sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Exercícios de História Moderna - Grandes Navegações (Ensino Médio)

Sabendo que grande parte dos professores buscam pelas soluções dos seus problemas na Internet, resolvi colocar alguns exercícios neste Blog. Vale ressaltar que será muito mais importante, o professor modificar os exercícios de acordo com o que foi ensinado na sala de aula. Afinal de contas, cada um sabe qual é sua realidade.
01. (UFAL) Ao contrário dos portugueses, que buscavam atingir as Índias contornando a costa africana, Colombo:

a) concentrou suas navegações na parte Leste, em busca de uma passagem Noroeste para as Índias.
b) concentrou suas navegações na parte Norte da América, em busca de uma passagem ao Noroeste para o continente asiático;
c) dirigiu-se para o Oeste em busca da passagem Sudeste para o continente asiático;
d) Navegou pelo Oceano Atlântico em direção ao Canal da Mancha e Mar do Norte, seguindo as instruções do Rei de Portugal;
e) planejou atingir o Leste, onde se encontravam as Índias, viajando no sentido Oeste;


02. (UNIP) "... Diziam os mareantes, que depois desse cabo não há nem gente nem povoado algum; a terra não é menos arenosa que os desertos da Líbia, onde não há água, nem árvores, nem erva verde; e o mar é tão baixo, que a uma légua da terra não há fundo mais que uma braça." O texto faz referência à época:

a) da Revolução Industrial na Idade Contemporânea;
b) das Grandes Navegações no início da Idade Média;
c) das navegações fenícias;
d) do expansionismo marítimo lusitano;
e) do neocolonialismo.


03. A esquadra enviada por D. Manuel, rei de Portugal, às Índias, sob o comando de Pedro Álvares Cabral, tinha como objetivo:

a) combater a pirataria nas Colônias portuguesas na costa oeste da África;
b) confirmar a existência de minas de metais preciosos no sul da Ásia;
c) estabelecer uma sólida relação comercial e política com os povos do Oriente;
d) procurar outro caminho que conduzisse ao Oriente sem utilizar o Mediterrâneo;
e) verificar as possibilidades de exploração de mão-de-obra escrava.


04. Associe corretamente:

(A) Diogo Cão                           I. Chegou às Américas, em 1492
(B) Gil Eannes                            II. Contornou o Cabo das Tormentas, em 1488
(C) Vasco da Gama                   III. Alcançou o rio Zaire, no Congo, em 1484
(D) Bartolomeu Dias                  IV. Alcançou as Índias, em 1498
(E) Cristóvão Colombo              V. Ultrapassou o Cabo Bojador, em 1434

a) A - I; B - III; C - IV; D - V; E - II
b) A - III; B - V; C - IV; D - II; E - I
c) A - II; B - I; C - IV; D - V; E - III
d) A - V; B - IV; C - II; D - III; E - I;
e) A - IV; B - V; C - II; D - I; E - III


05. (UNIFENAS) Destaca-se como resultado das descobertas e da expansão luso-espanhola nos tempos modernos a:

a) abertura de uma nova era de navegação e comércio, não mais concentrada no Mediterrâneo e sim no Oceano Atlântico;
b) defesa das culturas nativas das Américas pelo Clero e pelo Estado;
c) diminuição do comércio entre Europa e Novo Mundo, com a hegemonia do mar Mediterrâneo;
d) formação de novos impérios na África e na Ásia, com a ampliação do comércio entre os dois continentes;
e) preservação da autonomia política das nações conquistadas, a exemplo do México e do Peru.

06. "O apoio financeiro da classe mercantil foi decisivo para o sucesso do movimento revolucionário, que faz surgir um novo Estado Nacional, mais forte e mais centralizado, e eminentemente mercantilista." O movimento revolucionário mencionado no texto e referente à História de Portugal está ligado:

a) à ascensão do Mestre de Avis ao trono português;
b) à atuação de Afonso Henrique de Borgonha, fundador do Reino de Portugal;
c) à dominação dos Felipes sobre Portugal;
d) à Reconquista cristã do território português aos árabes;
e) à Restauração Portuguesa, que marca o fim da dominação espanhola.


07. Sobre as Navegações e os Descobrimentos, assinale a alternativa falsa:

a) A Conquista de Ceuta foi o passo inicial para o início da expansão portuguesa.
b) A Escola de Sagres foi um espaço para que jovens pudessem estudar e serem navegadores.
c) A Espanha retardou a sua participação na Expansão Marítima porque estava ainda em luta com os mouros e em processo de unificação política.
d) Com os Descobrimentos, o eixo-econômico transferiu-se do Mediterrâneo para o Atlântico.
e) O que melhor explica o pioneirismo luso nas navegações é a posição geográfica de Portugal.


08. (PUCCamp-SP) O processo de colonização européia da América, durante os séculos XVI, XVII e XVIII, está ligado à:

a) Disseminação do movimento cruzadista, ao crescimento do comércio com os povos orientais e à política livre-cambista.
b) Expansão comercial e marítima, advindas do período medieval com forte sentimento cristão cruzadista.
c) Expansão comercial e marítima, ao fortalecimento das monarquias nacionais absolutas e à política mercantilista.
d) Política imperialista, ao fracasso da ocupação agrícola das terras e ao crescimento do comércio bilateral. Criação das companhias de comércio, ao desenvolvimento do modo feudal de produção e à política liberal.
e) Política industrial, ao surgimento de um mercado interno consumidor e ao excesso de mão-de-obra livre.


09. Cesup/Unaes/Seat-MS)- Na expansão da Europa, a partir do século XV, encontramos intimamente ligados à sua história:

a) a descoberta da América, em 1492, anulou imediatamente o interesse comercial da Europa com o Oriente;
b) a participação da Espanha nesse empreendimento, por interesse exclusivo de Fernando de Aragão e Isabel de Castela, seus soberanos na época;
c) O pioneirismo português, devido à sua boa localização geográfica e outros fatores.
d) o tratado de Tordesilhas, que dividia as terras descobertas entre Portugal e Espanha, sob fiscalização e concordância da França, Inglaterra e Holanda;
e) Portugal, imediatamente após o descobrimento do Brasil, iniciou a colonização, extraindo muito ouro para a Europa, desde 1500;


10. (PUC-MG) O descobrimento da América, no início dos tempos modernos, e posteriormente a conquista e colonização, considerando-se a mentalidade do homem ibérico, permitem perceber que, EXCETO:

a) A conquista representou a possibilidade de transplante e difusão dos padrões culturais europeus na América.
b) Colombo se recusava a ver a América, preferindo manter seus sonhos de que estaria próximo ao Oriente;
c) O colonizador, ao se dar conta da perda do paraíso terrestre, do maravilhoso, lançou-se à reprodução da cenografia européia da América;
d) O colonizador, negando o que pudesse parecer novo, preferiu ver apenas o seu reflexo no espelho da história;
e) O processo de descrição e observação do novo continente envolvia basicamente a manutenção do universo indígena;


11. Portugal e Espanha foram as primeiras nações a lançarem-se nas Grandes Navegações. Isto deveu-se, basicamente a/ao:

a) diferentemente de outras nobrezas, a nobreza portuguesa e espanhola estavam fortalecidas e conseguiram financiar o projeto de expansão marítima;
b) enorme quantidade de capitais acumulados nestas duas nações desde o renascimento comercial na Baixa Idade Média;
c) espírito aventureiro de portugueses e espanhóis.
d) o desenvolvimento industrial da península Ibérica forçou estas nações a buscarem mercados consumidores e fornecedores;
e) processo de centralização política favorecido pela Guerra de Reconquista;


12. Entre as conseqüências da Expansão Marítima, NÃO encontramos:

a) a formação do Sistema Colonial;
b) o desenvolvimento do eurocentrismo;
c) a expansão do regime assalariado da Europa para a América
d) início do processo de acumulação de capitais, impulsionando o modo de produção capitalista;
e) introdução do trabalho escravo na América.


RESPOSTAS
1-A
2-D
3-C
4-B
5-A
6-A
7-B
8-C
9-C
10-E
11-A
12-C
Reações: